Hemorragia arterial

            É ocasionada pelo rompimento de uma artéria, apresenta-se em jatos e com sangue de cor vermelho vivo, podendo conter bolhas, indicando que esse sangue é rico em oxigênio.Geralmente é rápida, pulsa em sincronia com as batidas do coração e em alta pressão. A pressão impede a formação de coágulos devido à velocidade do fluxo. É de difícil controle, pois além de possuir sangue a altas pressões, as artérias podem levar até dez minutos para se contrair, sendo por esse motivo a mais séria. Entretanto, é menos comum que os outros tipos de hemorragias, pois as artérias possuem localização mais profunda no corpo.

Hemorragia venosa

            Decorrente do rompimento de uma veia apresenta-se em fluxo contínuo, sob baixa pressão. O sangramento é de coloração vermelho escuro. Existem muitas veias superficiais no corpo, por esse motivo elas são acometidas por lesões mais frequentemente. Outras são mais profundas e tão calibrosas quanto algumas artérias. Entretanto possuem um fluxo mais lento que o arterial, e tendem a se contrair quando feridas, facilitando a ação do socorrista. Considerada grave se a veia comprometida for de grosso calibre.

Hemorragia capilar

            Causada pelo rompimento de capilares sanguíneos. O exemplo mais comum desse tipo de hemorragia é a escoriação. De coloração avermelhada, menos vivo que o arterial, é facilmente controlado, pois seu fluxo é bastante lento e a coagulação ocorre entre seis e oito minutos. Requer cuidados a fim de evitar contaminação.