Devido ao fluxo de sangue intenso, localize o local exato da hemorragia para que o atendimento não ocorra no local errado. Evite entrar em contato com sangue ou fluidos corpóreos da vítima, para tal projeta-se fazendo uso de luvas.

Hemorragia de braços e pernas

            Além de aquecer a vítima para evitar a hipotermia, o socorrista deve tentar estancar a hemorragia, utilizando:

  • Compressão direta: É feita uma pressão direta sobre a ferida, usando um pano limpo ou curativo. Utilize os dedos para pressionar a área para auxiliar a estancar a hemorragia. Mantenha até que ocorra a coagulação. Se após a realização do curativo compressivo, o sangue continuar saindo, não retire os panos molhados de sangue para que o processo de coagulação não seja interrompido. Coloque outro pano limpo em cima e uma nova atadura.

 

  • Elevação do membro: Consiste em elevar o membro afetado acima do nível do tórax, normalmente usado em combinação com a compressão direta para controlar a hemorragia de uma extremidade. Nunca eleve o membro se existir a possibilidade de fratura.

 

  • Compressão arterial: É feita usando uma pressão da mão do socorrista para comprimir uma artéria acima do ferimento. Este procedimento é executado freqüentemente na artéria braquial e femoral. Sem prejudicar a circulação no local do ferimento, faça um curativo compressivo. Utilize um pano limpo dobrado no local do ferimento que ocasiona a hemorragia, após faça uma atadura em volta com tiras de pano ou um cinto. Não utilize arames, barbante, fios, esses objetos podem dificultar a circulação.  

 

  • Torniquete: Aplicar torniquete somente quando existir sangramento abundante e que não tenha respondido às técnicas anteriores e se o centro médico estiver a mais de 30 minutos de distância. O seu mau uso pode levar a amputação cirúrgica do membro caso não seja afrouxado corretamente e no tempo certo, se o paciente ficar com as extremidades dos dedos frias e arroxeadas, o torniquete deve ser afrouxado, o suficiente para reestabelecer a circulação, reapertando a seguir caso prossiga a hemorragia. Ao afrouxar o torniquete, deve-se comprimir o curativo sobre a ferida.